Dois homens morrem e PM é preso durante operação policial em Sergipe

Pistolas, revólver e munições foram apreendidos na ação policial

Foto:SSP/SE

Em operação conjunta deflagrada na manhã desta quarta-feira (1º), três investigados por integrarem um grupo criminoso que atuava na região do Baixo São Francisco foram presos na cidade de Neópolis. Dois outros investigados morreram em confronto. A ação policial foi desencadeada por equipes da Delegacia Regional de Propriá, Delegacia Regional de Itabaiana, Centro de Operações Policiais Especiais (Cope), Divisão de Inteligência (Dipol), e Comando do Policiamento Militar do interior (CPMI) e Batalhão de Caatinga (BPCaatinga).

Segundo o delegado Alisson Lial, o grupo era especializado na prática de tráfico de drogas, venda ilgeal de arma de fogo e homicídios. “Em fevereiro de 2021, os membros do grupo assassinaram três jovens em Propriá, sendo que a vítima pretendida encontrava-se em outro local diferente daquele onde ocorreram as mortes, não tendo sido atingida pelos disparos.

A motivação teria sido a disputa pelo comando do tráfico de drogas”, detalhou.Dentre os presos, há um policial militar que está sendo investigado no âmbito do inquérito policial que resultou na operação em conjunto que aconteceu nesta quarta-feira.

Na operação, que foi deflagrada em endereços diferentes de Neópolis, os investigados Sérgio Maia de Oliveira e Ytalo Sávio Alves Santos reagiram à abordagem policial, fizeram disparos contra os policiais, foram atingidos, socorridos, mas não resistiram e morreram.

Na ação policial, foram apreendidas três armas de fogo, sendo uma pistola calibre 9mm, uma pistola calibre .635 e um revólver calibre .38. Além dos armamentos, foram apreendidos diversas munições de mesmo calibre intactas e deflagradas, materiais comumente utilizados para marcação de chassi de veículos automotores, aparelhos celulares e outros objetos que eram utilizados pelo grupo criminoso.

A Polícia Civil orienta que informações sobre crimes e suspeitos de ações criminosas sejam repassadas à polícia por meio do Disque-Denúncia, no telefone 181. O sigilo do denunciante é garantido. Com informações da SSP/SE

Publicidade!

Inove Academia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here