Abatedouro clandestino é desativado pela Polícia Civil na zona rural de Lagarto

Dois homens foram presos durante a ação

Em ação conjunta, a Delegacia de Repressão a Crimes Rurais (Dercra) e o 7º Batalhão de Polícia Militar (7ºBPM) desativaram um abatedouro clandestino, nessa terça-feira (07), no Povoado Brasília, zona rural de Lagarto. Dois homens foram presos durante a ação.

De acordo com informações, um dos suspeitos foi flagrado pelos policiais abatendo um boi, no curral da sua propriedade, onde também mantinha cerca de 13 cabeças de gado confinadas, sem origem identificada.

Segundo as investigações, a carne, abatida e transportada sem nenhuma condição de higiene, seria entregue a um dono de açougue no Povoado Brasília, onde a mercadoria irregular seria vendida.

Ainda de acordo com levantamentos, o boi abatido seguiria até o ponto comercial na carroceria de um veículo utilitário, sem nenhum tipo de refrigeração. Diante do ocorrido, os dois homens foram presos pela prática de crime contra relação de consumo.

A Polícia Civil reforça que a atividade de abate clandestino não só traz insegurança para a população, ao fornecer carne imprópria para o consumo, como também alimenta a cadeia de furto e roubo de gado, já que os animais abatidos irregularmente não possuem certificação de origem nem cadastro nos órgãos competentes. Segundo o delegado Fernando Melo, responsável pela operação, as investigações prosseguem para identificar a origem dos animais encontrados na propriedade rural. Ele reforça que qualquer informação pode ser direcionada à polícia, de maneira anônima e segura, pelo Disque-Denúncia, através do número 181. Fonte:SSP/SE

Publicidade!

Inove Academia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here