Motorista é indiciado por maus-tratos e morte de cachorro em Itabaiana

A Delegacia Regional de Itabaiana divulgou nesta quarta-feira (5), que identificou e indiciou o motorista envolvido no atropelamento fatal de um cachorro no bairro Porto, acusando de maus-tratos com resultado de morte do animal.

Segundo o delegado Edvânio Dantas, a investigação revelou que o motorista, mesmo ao perceber que havia atropelado o cão, continuou sua jornada sem oferecer assistência. “Após analisarmos as imagens das câmeras de segurança, conseguimos identificar e interrogar o condutor do veículo”, afirmou.

Conforme o delegado, mesmo sem um crime de omissão de socorro animal tipificado em lei, quando um motorista atropela um animal e foge sem prestar ajuda, o que poderia ter evitado o sofrimento ou a morte do animal, ele pode ser responsabilizado pelo resultado. Portanto, o condutor do veículo foi indiciado pelo falecimento do animal.

“Mesmo que o atropelamento não tenha sido intencional (culposo), a fuga indica a intenção consciente de não prestar socorro. O delegado Edvânio Dantas afirmou que o motorista tinha a obrigação legal de agir desde o momento do acidente.

Por:Lagartoregiao.com.br

Publicidade!

Ueslei

Inove Academia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here