Governo de Sergipe entrega armas longas de alta precisão à Polícia Civil

A Polícia Civil de Sergipe recebeu na tarde desta segunda-feira, 22, 10 Fuzis T10, da nacional Taurus, para emprego no combate ao crime organizado. A entrega ocorreu na sede da Delegacia-geral da Polícia Civil e contou com a presença dos agentes que passaram por um treinamento intensivo recentemente, para o manuseio do armamento, que é multicalibre e recebe munições 762 e 308.

O evento foi conduzido pelo delegado-geral da Polícia Civil, Thiago Leandro, que falou sobre a importância da chegada do material bélico. “Essa aquisição faz parte de um investimento do governo do estado na questão da segurança pública, visando, principalmente, o combate à nova modalidade de crime que aterroriza os interiores do Brasil, que é o ‘Novo Cangaço’. Esses fuzis são de precisão e cada um desses policiais civis passaram por um curso”, citou o delegado-geral.

Os atiradores designados, que passaram pela capacitação para manuseio da arma, vão utilizar o fuzil Taurus, modelo T10, equipado com um tripé, além de um aparelho óptico, da marca Vector Optics modelo continental. “Nós adquirimos essas armas com equipamentos, a exemplo de luneta e tripé. Tudo que é necessário para que o tiro seja preciso”, completou Thiago Leandro.

O grupamento capacitado pela Polícia Civil poderá atuar em diversas situações, inclusive contra os grupos de assaltantes a bancos, conhecidos como “Novo Cangaço”, bem como em missões de alta complexidade onde seja necessária a presença de um policial especializado em realizar disparos em distâncias elevadas, com efetividade. O curso é pioneiro no estado de Sergipe e os novos armamentos colocam Sergipe um passo à frente do crime organizado, uma vez que a força pública dispõe de policiais técnicos e equipados para o combate à criminalidade.

“Para ter acesso a esse armamento, os policiais passaram por um treinamento intensivo, foram cinco semanas, foram realizados mais de 200 disparos em distâncias variadas, de 100 até 300 metros de distância. Não é um fuzil de patrulha, ele vem com um aparelho de pontaria específico, luneta, que facilita tiros de longa distância, então ele é utilizado em ocasiões específicas”, citou um dos participantes do treinamento.

Os novos armamentos colocam Sergipe um passo à frente do crime organizado, uma vez que a força pública dispõe de policiais técnicos e equipados para combater a criminalidade.

Fonte:SSP/SE

Publicidade!

Inove Academia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here