Videolaparoscopia: Hospital Universitário de Lagarto utiliza técnica menos invasiva em procedimentos cirúrgicos

Procedimentos cirúrgicos menos invasivos, menor tempo de internação e recuperação mais rápida. Essas são algumas das vantagens da cirurgia por videolaparoscopia, tecnologia utilizada tanto para diagnóstico quanto para tratamento e que já vem sendo adotada no Hospital Universitário de Lagarto (HUL-UFS/Ebserh).

“A videolaparoscopia foi um grande passo dado pelo HUL e vem sendo de grande benefício para os pacientes, que passam a contar com cirurgias menos invasivas, com melhor e mais rápida recuperação”, destacou o cirurgião Hugo José Santos Lima. “Dessa forma, cirurgias abdominais de vesícula e hérnia, por exemplo, são feitas com mais agilidade, repercutindo na questão das filas de espera”, complementa.

A equipe responsável pela utilização do método de videolaparoscopia no Centro Cirúrgico da unidade hospitalar é formada por anestesistas, técnicos de enfermagem, enfermeiros, instrumentadores e cirurgiões. “É de extrema importância que a equipe conheça o usuário a fim de estabelecer uma boa relação médico-paciente, priorizando humanização e responsabilidade ao longo de todo o processo”, observou o médico.

O investimento realizado pelo HUL para aquisição dos equipamentos e instrumentais foi em torno de R$ 698 mil, recursos oriundos do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários Federais (Rehuf).

Formação e assistência

As cirurgias de urgências têm suas indicações definidas pela equipe de plantão nos atendimentos de porta, a exemplo das apendicectomias (retirada do apêndice infeccionado). Já as eletivas, como as colecistectomias (retirada de vesícula) e hernioplastia (correção de hérnias) são direcionadas através dos ambulatórios cirúrgicos e reguladas pelo complexo regulatório do estado.

O chefe do Centro Cirúrgico do HUL, Marcos Paulo Almeida Souza, chamou a atenção para a importância dos procedimentos por videolaparoscopia para a formação dos residentes médicos em Cirurgia Geral da unidade hospitalar, como também para os demais estudantes do campus UFS Lagarto.

“O aprimoramento do nosso parque tecnológico oportuniza aos estudantes o contato com as melhores práticas cirúrgicas, transformando o cuidar por meio do ensino”, enfatizou Marcos Paulo. Ao final, o gestor agradeceu ao Hospital Universitário de Sergipe (HU-UFS) pelo treinamento fornecido para a equipe de instrumentadores cirúrgicos da unidade hospitalar. “Que possibilitou o início do serviço”, finalizou.

Fonte: HUL-UFS

Publicidade!

Inove Academia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here