Governador Fábio Mitidieri repudia atos antidemocráticos e enviará 40 Policiais Militares ao DF

O governador Fábio Mitidieri, com governadores de outros estados brasileiros, participou de uma reunião emergencial na noite deste domingo, 8. Em pauta, esteve o alinhamento das unidades federativas diante dos atos antidemocráticos que ocuparam as sedes dos Três Poderes, em Brasília (DF), ao longo do dia.

A reunião foi proposta pelo Fórum Nacional de Governadores. O governo do Estado vai mandar 40 policiais militares para apoiar as ações de combate a atos antidemocráticos na capital federal. As passagens dos policiais serão custeadas pela Força Nacional.

Nesta segunda-feira, 9, o governador Fábio Mitidieri embarca para Brasília para encontro do presidente Lula com gestores estaduais. Fábio manifestou sua posição contrária a quaisquer atividades e discursos que firam a democracia. Ele também destacou sua preocupação com a segurança de toda a população. 

“A democracia é soberana e devemos sempre defendê-la. A escolha do povo nas urnas precisa ser respeitada e honrada. Lamentamos e repudiamos quaisquer atos que atentem contra o Estado Democrático de Direito e nossas instituições, como os que ocorrem em Brasília. O Brasil precisa de paz, equilíbrio e, sobretudo, olhar para frente e construir um futuro mais justo para todos os brasileiros e brasileiras”, disse.

Em nota oficial, a entidade dos governadores expôs seu repúdio aos acontecimentos registrados em Brasília. 

“O Fórum Nacional de Governadores externa sua absoluta repulsa ao testemunhar os gravíssimos e inaceitáveis episódios registrados hoje no Distrito Federal, os quais revelam a invasão da Praça dos Três Poderes, seguida da ilegal vandalização das dependências do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal por manifestantes golpistas, irresignados com o resultado das eleições legitimamente encerradas no País, e publica a presente nota de apoio à democracia, condenando quaisquer atitudes violentas e posturas irresponsáveis que ponham em risco a integridade do estado democrático de direito. As Governadoras e os Governadores brasileiros, colocando-se à disposição para o envio de forças militares estaduais destinadas a apoiar a situação de normalidade nacional, exigem a apuração das origens dessa movimentação absurda e a adoção de medidas enérgicas contra os extremistas e aqueles que permitiram, por negligência ou conveniência, tal situação, bem como a subsequente penalização de seus responsáveis”, destaca, na íntegra, a nota do Fórum. 

Participaram da reunião junto com o governador Fábio Mitidieri o secretário de Estado da Comunicação Social, Cleon Menezes; o secretário da Casa Civil, Jorginho Araújo; e o assessor estratégico do governador, Júlio Filgueira.

Publicidade!

Ueslei

Inove Academia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here