Cheia do Rio São Francisco provoca alagamentos em cidades ribeirinhas de Sergipe

Até esta segunda-feira (16), o volume de água das comportas da Usina Hidroelétrica de Xingó vai aumentar gradativamente, a cada 24 horas, chegando a 4.000 m³/s.

O aumento da vazão do Rio São Francisco provocou alagamentos em municípios de Telha e Santana de São Francisco , neste fim de semana. Até esta segunda-feira (16), segundo a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) a vazão liberada será de 4.000 m³/s.

Ainda nesta segunda, a Defesa Civil do estado visita os treze municípios atingidos pela liberação da hidrelétrica para fazer o levantamento dos danos, humanos, materiais e possíveis prejuízos econômicos que será emitido ao governo municipal, estadual e federal. . “Os donos de bares são os mais afetados. Fizemos a a orientação para que eles pudessem retirar junto com o poder público os materiais que eles comercializam”, disse o coordenador da Defesa Civil, tenente-coronel Luciano Queiroz.

O alerta emitido pela Defesa Civil, na última quarta continua. Os municípios em alerta são: Amparo do São Francisco, Brejo Grande, Canhoba, Canindé do São Francisco, Gararu, Ilha das Flores, Neópolis, Nossa Senhora de Lourdes, Poço Redondo, Porto da Folha, Propriá, Santana do São Francisco e Telha.

O crescimento do volume de água na região foi ocasionado pelo aumento do nível dos reservatórios da usina hidrelétrica de Três Marias, em Minas Gerais, e de Sobradinho, na Bahia. Na última sexta, a vazão atingiu 3.500 m³/s. Por:G1/SE

Publicidade!

Ueslei

Inove Academia

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here